Emoção e adrenalina em alta marcam o Segundo XCM Nilo Bike de MTB em Casa Nova

Os amantes do ciclismo estilo Montain Bike tiveram no último domingo (22) fortes emoções com a realização da segunda edição da XCM Nilo Bike, que aconteceu no município baiano de Casa Nova.

Anúncios

A competição contou com as categorias Elite, Sub-30, Master A, Master B, Veterano, Nelore, Junior e Turismo todas no masculino. Tiveram também as categorias Feminino Aberto e Turismo feminino. As distâncias percorridas eram 75 Km, 55 Km e 25 Km a depender da categoria.

Por conta da pandemia as categorias largaram com intervalo de 5 minutos entre elas, a fim de manter a segurança dos competidores, que respeitaram os protocolos de biossegurança. A competição foi marcada por disputas eletrizantes, fugas, revezamentos e perseguições pelas trilhas do sertão casanovense. O percurso contava com todos os tipos de ambientes que dão emoção e prazer aos amantes do MTB, chapadas, subidas, trilhas apertadas e muita poeira.

+ Mais

O XCM Nilo Bike teve uma quebra de recorde da competição na categoria Elite. O atleta Fábio de Macedo Morais da equipe Solta o Freio completo os 75 Km com o tempo de 2h23m02s. sagrando-se campeão. Completaram o pódio da categoria em 2º lugar Luis Diego do Nascimento (Movelaria Nª Srª Aparecida), 3º lugar Ramonn Amorim (Sem equipe), 4º lugar Moises Martins (Max Ciclismo) e 5º Jesus Melquesedec (Stillus Bikes).

A categoria Master A 55 Km, teve o pódio formado por Marcos Evangelista (Sem equipe) campeão com o tempo de 2h26’43s, completaram as outras 5 colocações respectivamente os ciclistas Antônio José (Nilo Bikes), Israel Santos (Bike Show), Wilton Panta (Não) e Antônio Souza (Carão). Na categoria Master B, também 55 Km, os cinco primeiros foram Hugo Charles (PM Pedal) campeão com 2h24’18s, seguido por Alexandre José (Movelaria Nª Senhora), Cristiano dos Santos (Solta o Freio), Edson Paiva (Jaicós Baik) e José Carlos Pereira (Sem equipe)

As mulheres que disputaram a prova com duas categorias tiveram como campeã nos 55 Km Feminino Geral a atleta Solange de Souza (Trilheiros de Cal) com o tempo de 2h24’03s, seguida de Lorena Costa (Jaicos Piauí), Maria Jucilene (Ciclistas Sertanejas), Paulene Paiva (Passo elefantinho) e Luiza Nandhiala (Sem equipe). Na categoria Turismo Feminino a grande campeã foi Margarete Nunes (Solta o Freio), que completou os 25 Km da prova com o tempo de 1h00’40s, seguida por Maria Aparecida (Sem equipe), Camila Novais (Cansados), Marialva Ribeiro (Show do Pedal) e Ariane Nunes (Pedal da Irrigação).

Anúncios

A outras categorias percorreram o percurso de 55 Km, são elas: Nelore, que teve como campeão Lecio Porfiro (Belmonte Bike) com o tempo de 1h59’41s, seguido por Giliard Alves (Serra Bikes), João Paulo Ribeiro (sem equipe), Guilherme Alencar (Largados Bike Team) e Mateus Ribeiro (Mateus). Outra categoria com a mesma distância percorrida foi a Veterano, que teve como vencedor Evandro Pereira (LaEsquadrilha) com o tempo de 2h05’57s, e completam as outras cinco posições João Batista e Francisco de Assis, ambos da equipe Nilo Bikes, Fausto Carlos (Guerreiros) e Francisco Osmario (sem equipe), respectivamente. Outra categoria com a mesma distância foi a Sub-30, que teve como campeão Andre Passos (Nilo Bikes) com o tempo de 2h28’09s, em segundo, terceiro, quarto e quinto lugares chegaram respectivamente os atletas Efraim Fontes (Moto Clinik), Charles Duarte (Lá Esquadrilha Biker), Dhisley Talit (sem equipe) e José Jobson (AEX). A categoria Junior, que também percorreu 55 Km apresenta como campeão Edilson Souza (Ouricuri Bike Racing) com o tempo de 1h58’00s, sendo seguido por kauan de Carvalho (StillusBike), Renato Augusto (Team Racing Alagoinhas), Guilherme Silva (Solta o freio) e Carlos Eduardo (Jaco Bike).

Em entrevista ao nosso site o organizador do II XCM Nilo Bike Aelton Reis disse “estou satisfeito com a realização da prova e com o desempenho dos competidores. Foi muito difícil realizar a competição, que foi adiada três vezes por conta da pandemia e dos decretos estaduais e municipais que proibiam a realização de eventos esportivos. Conseguimos realizar esse ano e em 2022 vem a realização de mais outra edição. Vamos analisar os pontos positivos e negativos e tentar sempre melhorar, para que a nossa prova sempre continue crescendo”.

Classificação final completa

Créditos dos resultados Cronoschip

Reportagem e Edição Arnaldo Jr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s